Autenticidade

Ser autêntico é estar em num estado de conexão e aceitação com o que somos, é manifestarmos a nossa essência única – com uma maneira única de pensar, sentir, relacionar-se e com um propósito de vida único.
Autenticidade é o desabrochar do que somos quando vamos além do processo de socialização e assumimos o que há de genuíno em nós.
O desafio está em como nos desembaraçarmos das expectativas recebidas ao longo do nosso desenvolvimento e processo de socialização para nos reconectar-mos com nossos interesses incondicionados.
É um processo de autodescoberta – se me liberto das influências recebidas, o que eu realmente penso, desejo, sinto … É uma descoberta.
Quando começamos a desvendar esse ser interior, normalmente descobrimos que em muitos aspectos ele não corresponde ao ser exterior, com a persona que utilizamos para interagir e nos relacionarmos com o mundo.
Ser autêntico é o processo de fazer coincidir o ser interno e o externo.
É o começo do fim dos jogos escondidos, ter de encaixar, ocultar a nossa verdade para estarmos seguros … É chegado o momento de prestar contas com o mentiroso que contratamos para nos manter seguros.
Tens coragem para mostrar as tuas cores verdadeiras?

Saber é fazer…

  •  Estou disposto a admitir a incongruência entre meu eu interior e o exterior?
    – o maior obstáculo à autenticidade não é a representação de papéis, é negação das discrepâncias
  • Estou disposta a observar os sentimentos de vergonha que dificultam o assumir da minha verdade do momento, principalmente quando essa versão de mim mesma pode ser vista como menos atraente?
    – vamos começar primeiro com auto-aceitação sem julgamento
  • Estou disposto a ser vulnerável?
    – qual é o oposto de ser defensivo nesta situação?

“Estou a tornar-me Homo Veritas” 

Ver todos os artigos

Subscrever a newsletter

2021-11-03T13:14:58+01:00

Share This Story, Choose Your Platform!

About the Author:

Leave A Comment

Title

Go to Top